Empresas de ônibus receberam R$ 252 mil em multas por falta de manutenção nos veículos neste ano

Tribuna de Petrópolis   15/09/2021 21:49

Juntas, as cinco empresas de ônibus que operam na cidade – Petro Ita, Viação Cascatinha, Turb Petrópolis, Cidade das Hortênsias e Cidade Real – foram multadas, neste ano, em R$ 252.965,00 por falta de manutenção, limpeza e por deixar de fazer viagens sem motivo justificado. A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) emitiu 968 multas e 157 notificações apenas de janeiro a setembro deste ano, o equivalente a quase 3 multas diárias por problemas na prestação do serviço de transporte coletivo.

De acordo com a CPTrans, as multas tiveram como causa a falta de manutenção dos veículos em adequado estado de funcionamento, a não conservação e limpeza adequada quando em operação e deixar de realizar viagens (salvo motivo justificado). As cinco empresas têm a soma de 399 coletivos cadastrados e autorizados a circular. Segundo a CPTrans, todos foram vistoriados.

Além das multas aplicadas neste ano, também há dívidas referentes a multas anteriores, que segundo a Companhia, somam só nos últimos cinco anos, mais de R$ 1,5 milhão. A questão já está sendo judicializada.

Ainda que a fiscalização seja realizada periodicamente pela companhia, parece não surtir efeito na rotina do serviço. Sem uma penalidade mais rigorosa, os problemas continuam sendo postergados e episódios como o que aconteceu no Carangola, no mês passado, vão se repetir. No começo de agosto, um ônibus da Viação Cascatinha perdeu o eixo durante uma viagem, no Vale do Carangola. Além de ter assustado quem estava no local, o acidente colocou em risco passageiros e funcionários.

Em resposta à Tribuna, o Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Petrópolis (Setranspetro) informou que “as ações de fiscalização da CPTrans acontecem periodicamente em todas as garagens das empresas de transporte urbano de Petrópolis, por se tratar de um serviço regular e legal no município”.

E disse que “nas fiscalizações, são vistoriados todos os itens do veículo e os apontamentos e reparos necessários são 100% realizados pelas equipes de manutenção das empresas de ônibus. Em momento algum, as empresas de ônibus de Petrópolis deixam de realizar qualquer tipo de manutenção que possa colocar em risco a segurança dos rodoviários e passageiros”, informou o Sindicato.

O Setranspetro afirma ainda que durante as inspeções completas, todos os itens dos ônibus são vistoriados como assentos, assoalhos, vidros, lanternas, entre outros. E que muitas vezes esses itens “são danificados por atos de vandalismo e depredação, inclusive, em veículos novos”, informou.