Ex-senador detido após investigação ao assassinato do Presidente do Haiti

Notícias ao Minuto   15/01/2022 20:32

Joseph foi detido na sexta-feira à noite e encontra-se sob custódia da polícia jamaicana, acrescentou a fonte, que não comentou eventuais passos seguintes.

A fonte explicou que a polícia jamaicana atuou em coordenação com "parceiros internacionais" e que havia "investigações conjuntas".

O presidente haitiano foi morto em julho mas, apesar da detenção de vários suspeitos, persistem muitas áreas obscuras em torno do seu assassinato.

As autoridades haitianas emitiram em julho um mandado de captura para John Joel Joseph, descrito como um indivíduo "perigoso e armado".

No início deste mês, um antigo soldado colombiano, acusado de fazer parte do grupo de 20 homens que mataram Jovenel Moïse e feriram gravemente a sua mulher, na residência presidencial, em Port-au-Prince, em 7 de julho de 2021, foi acusado nos Estados Unidos.

Mais de 40 pessoas, incluindo 15 colombianos e haitianos americanos, já foram presos no âmbito da investigação.

Leia Também: Haiti. Colombiano suspeito de matar Jovenel Moise detido na Jamaica

Cookie Settings