Atuação da PJM foi ilegal e armadilha para investigação do caso de Tancos

Correio da Manhã   05/05/2021 08:45
A ex-Procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal, disse esta terça-feira, no julgamento do caso Tancos, que o diretor da Polícia Judiciária Militar (PJM), Luís Vieira, reagiu em tom “desabrido”ao saber que a titularidade da investigação ao assalto aos paios nacionais era da PJ.
Ler mais
Cookie Settings